top of page

About the concept of Yin & Yang in Miraculous Ladybug.

Nothing's coincidence, we came to a cycle where our understanding connected to the disease is way long before here that's been taking place. And we must not just change, because change is the very core of our beings but see how we perceive health, wealth. It's not a coincidence you're seeing for example new ways of the food intake daily, about your own flow of energy and how to work with your own cycles and not taking what is advertising as truths. Your body is the reflector of our emotions, your guts and your intuition, do i listen to my splenic center? For me is where i can fully trust, and trust is the whole point of the process here in this time, in the now. They are teaching us how to be so alert, we feel like we're constantly in danger and must do something about everything that comes our way, and most of these things we do not have control, most of our decisions cannot be made by our mind, our minds are not made for decision making but your intuition is your knowing.


In the first instance, this trusting didn't build as we grow older, our childhood is where our essence are taking the role, our knowing is flowing with our playing, but then we rely on logical thinking because of our systems. I always, always been felt like when i try to make things on my own, forcing and fixing things people usually get as security and comfort made me feel anxious. Trying to follow a path to finally "resolve" that one problem. And there's no problem, even after i could resolve another one will take place. We must remember that's the only way through, trusting in our own self, our higher selves and our intuition to guide us. Remember who we truly are, our own drive in this plane.


What does all of this have to do with the context of superheroes in Paris?


Adrien has a lot of receiving energy, even that his power as Chat Noir is of destruction compared to the power of Ladybug of creation. His receptiveness both as Adrien and Chat Noir with playfulness remain the same. He's always playing, playing piano, games, fencing and modeling. The yin, the moon and the feminine. Respectively we have Marinette, she has a solar mind thinking in detail about everything she creates, giving energy, very conscious and masculine and disciplined, the yang. When they switched up with their 'miraculous', they remained in their own drive force. Adrien still receptive to the surroundings and Marinette still manages the energy.


O modo como no episódio no qual se esqueceram de quem eles eram fez eles verem com clareza no qual naturalmente se alinhou a energia dos dois polos. A imagem que criaram um do outro, os espelhos apenas refletiu o que não estava mais lá. E essa imagem é exatamente o polo que eles vêem em si mesmos e reflete no outro, para Cat Noir é a energia receptiva e Ladybug é o yang, que para Marinette é a energia masculina mais disciplinada e Adrien é o yin, mais feminina. E é por isso que eles estão constantemente se repelindo, porque vêem o oposto ao invés de verem a si mesmos. e isso nos leva o caminho do autoconhecimento, do seu flow de energia e as mudanças que ocorrem nela durante os ciclos.

É uma brincadeira de máscaras. Quando Adrien é Cat Noir ele se torna o lado lunar, este sendo o lado solar. Marinette quando Ladybug é o solar e sendo Marinette o lado lunar. Os kwamis podem ser também representados como animais guias para realizarem os polos em si mesmos. Adrien um yang dentro de um yin(Cat Noir) e Marinette um yin dentro de um yang(Ladybug).

Não é quem eles são realmente, nenhuma das duas máscaras são verdadeiras porque os polos, a lei da polaridade, a dualidade limita a nossa percepção da realidade, da ilusão de maya.

E acredito que quando estamos na visão da Marinette nós vemos o Adrien que ela está refletindo. E quando estamos na visão do Cat Noir nós vemos a Ladybug que ele reflete.

Veja, Adrien tem uma versão mais fantástica e mítica da Ladybug, uma energia que recebe, conectado com a nossa criança interior e nossa intuição. E a Marinette tem uma versão mais "pé no chão", nas responsabilidades do Adrien, "a agenda" uma energia em que se entrega. Marinette está constantemente usando a estratégia e usando o lado racional quando se trata de Adrien e quando Cat Noir está em cena ele se diverte, ele brinca.


O amor e o medo.

O medo de Marinette é a rejeição sendo seu oposto a confiança qualidade que a Ladybug canaliza e o medo de Adrien é fazer algo errado, cometer um deslize que o oposto despreocupação, assumir o risco. São medos que normalmente estão ligados às raízes em respectivamente receber e dar.

A intuição ou o mundo lunar está profundamente ligado a nossa infância e como na sociedade em que vivemos somos ensinados a usar nossa razão, como no caminho dos sistemas de ensino.

O nosso contato com a nossa essência curiosa e de espírito livre vai se desmanchando, a lógica e o pensamento factual é onde você deve se basear. E quando se trata de entrega, abrir seu coração para qualquer que seja a resposta se torna uma tarefa difícil, você continuamente está preocupado com a possibilidade de não ser suficiente porque bom, te ensinaram que ser você não é suficiente, que você tem que ser melhor e fazer melhor. Vê como está tudo intrinsecamente ligado? E a resposta para permanecer entre os polos, de se lembrar é estar no seu centro, na sua consciência e ver que no fundo, é os dois lados da mesma moeda, é a mesma coisa. Saber que tudo que é, é você.


Na próxima temporada acredito que eles vão passar a não mais deixar as emoções ou os sentimentos embaralhar ou embaçar a visão deles. Marinette não consegue mais ter tanto peso sobre os ombros e para que isso aconteça, uma mudança tem que acontecer. Nem tudo pode sair como você quer, as coisas vão acontecer com você mas você deve deixar que elas passem por você. Impressões impedem de viver a vida e passar por experiências consciente de como elas verdadeiramente são. E as imagens que Adrien e Marinette criaram são apenas reflexos de que o foco deles estava no lugar errado. No outro, e imagina o que pode vir acontecer se eles passarem a experienciar um copo vazio e aprendendo a viver com do modo que eles foram feitos para.


As cores dos sorvetes sugerem um efeito mais sobre eles mesmo. Amar a si mesmo e o amor incondicional.

O amor deles está amadurecendo e como nas duas partes é dito "qualquer que seja a forma de amor" Cat Noir dá dois hits com o "Eu estou namorando agora." e não chamando a Ladybug de "My Lady". O amor verdadeiro é aquele que o outro faz você amar mais a você mesmo.

Você pode imaginar se abrir a possibilidade de viver separado das projeções da mente? Luka e Kyoko sempre tiveram essa vibe "se você o/a ama eu o/a amo também." e eu quero dizer, Luka mesmo depois de dizer sobre de forma poética que pensava em Marinette e Marinette tempo depois sem querer dizer sobre Adrien, ele sempre foi receptivo e posso dizer que algo assim é encantador. No caso da Kyoko ela vê Marinette e vê beleza, ela confia na Marinette do mesmo modo que o Adrien o faz, e não por causa do Adrien em si mas porque elas possuem uma conexão. ("Minha única ultra amiga") É quase impossível não notar quantas referências a um relacionamento poliamoroso com todo o conceito do sorvete, a preocupação da Marinette e ela perguntar sobre a mistura dos três. "Misturar os sabores demais pode estragar o equilíbrio" e logo em seguida o que acontece é Cat Noir se juntando ao kwami do Luka e Ladybug com o kwami de Kyoko.








Comments


 © 2023 Liber Vinum. All rights reserved.

  • Youtube
  • Instagram
bottom of page